4.o NOSSo DESEMPENHO

ANÁLISE FINANCEIRA

edp renováveis

EBITDA

1.366M
+17% VS 2016

O EBITDA da EDP Renováveis subiu 17% (+€195 milhões), para €1.366 milhões em 2017, impactado sobretudo pelo aumento da capacidade média em operação, em particular na América do Norte e Brasil. A evolução do EBITDA reflecte ainda:

• Melhorias na métrica de Core Opex/MW;
• Menor preço médio de venda, de 59.2€/MWh (vs. 60.5€/MWh em 2016);
• Efeito cambial, reflectindo a depreciação do USD e apreciação do Real brasileiro.

ANÁLISE OPERACIONAL

• A produção eólica e solar aumentou 13% em 2017, reflectindo a maior capacidade instalada bem como o maior factor de utilização médio;

• A EDP Renováveis adicionou, em 2017, mais 624MW à sua capacidade instalada: 424MW nos EUA, dos quais 60MW em energia solar (Cypress Creek); 127MW no Brasil (JAU e Aventura); e os restantes 74MW foram instalados em Espanha (50MW), França (22MW) e Portugal (3MW). No final de 2017, a EDP Renováveis tem 828MW em construção, relativos a parques a entrar em operação em 2018, nomeadamente 480MW nos EUA (Turtle Creek e Meadow Lake VI) e 137MW no Brasil (Babilónia). De salientar que todos os parques têm contratos de longo prazo assegurados.

2016

capacidade instalada (MW)

10.052

Europa

4.986

América do Norte

4.861

Brasil

204

produção líquida (Gwh)

24.473

Europa

11.230

América do Norte

12.576

Brasil

666
2017

capacidade instalada (MW)

10.676

Europa

5.016

América do Norte

5.284

Brasil

331

produção líquida (Gwh)

27.621

Europa

11.669

América do Norte

15.091

Brasil

861